Profissionais de Saúde | Apoio ao cliente: 800 200 891 (de 2ª f a 6ª f das 09h00 às 18h00) |  Pesquisar

Características

Exercício físico e desportos em equipa, vão ajudar a criança a ficar saudável e em forma, ao mesmo tempo que melhora as suas habilidades sociais. Ter diabetes não deve impedir a criança de participar nestas actividades.
•••••

Muitos desportistas famosos têm diabetes e têm alcançado grande sucesso. Para garantir a participação segura em desportos de equipa, é extremamente importante planear com antecedência e educar os treinadores ou companheiros de equipa sobre alguns dos riscos ligados aos níveis de glicose no sangue.

O exercício vai baixar a glicose do sangue e, por isso, deve ser feito o teste de glicemia antes e depois de iniciar qualquer actividade desportiva. Pode até ser necessário verificar o seu nível de glicose durante a actividade em si, para evitar baixas repentinas resultantes do esforço continuado.

Se o nível de açúcar antes de iniciar a actividade é muito baixo, pode ser necessário comer um lanche antes, ou até mesmo durante a actividade para prevenir uma hipoglicemia. Deverá esperar até que o nível de glicose no sangue volte ao normal antes de iniciar ou retomar a actividade.

Se o nível de açúcar é muito alto, deve ser também verificado o nível de cetonas, pois o exercício pode também fazer aumentar os níveis de glicemia e, consequentemente, desenvolver cetoacidose diabética.

Professor e/ ou treinador deverão estar informados de como identificar os sinais de hipoglicemia e, igualmente, também devem ser ensinados a ajudar a criança nessa situação.

A criança deverá continuar a verificar os seus níveis de glicose no sangue com mais frequência após o exercício, uma vez que os efeitos do exercício na glicose no sangue podem durar até 24 horas.


Antes da criança iniciar um novo esquema de exercício, converse com o profissional de saúde para verificar se é adequado. Lembre-se:

  • O exercício deve ser regular - pouco e muitas vezes é muito melhor do que pouco frequente e extenuante
  • Definir metas alcançáveis ​​- começar devagar e aumentar gradualmente
  • Se doente ou lesionado, não deve fazer exercício
  • Ter sempre à mão, lanches e hidratos de carbono quando fizer exercício

  • Deve testar antes e depois da atividade
    Isso irá ajudar a identificar se há risco de hipoglicemia. Se a atividade for prolongada, por exemplo, jogar uma partida de futebol, é importante testar no intervalo, ou se a família vai fazer uma longa caminhada, deverá sempre fazer-se acompanhar do equipamento necessário para o teste de glicemia.
  • Com o aumento da atividade física
    Com o aumento da atividade física, poderá ser necessário diminuir a dose de insulina, ou aumentar a ingestão de hidratos de carbono antes do exercício. Tome atenção aos padrões dos resultados dos testes (por exemplo, aumento do número de hipoglicemias), que poderam indicar a necessidade de fazer mudanças.
  • Cuidado com as hipoglicemias tardias
    Após o exercício vigoroso a criança pode entrar em hipoglicemia em qualquer momento nas 36 horas seguintes. Posto isto, deverá aumentar a frequência dos testes, certificar-se que tem sempre presente hidratos de carbono e, considere um pequeno lanche antes de dormir apenas por precaução.

Os mais lidos

Cetonas (corpos cetónicos) e cetoacidose

As cetonas são uma substância química produzida pelo corpo quando, devido a uma falta de insulina,este não é capaz de usar a glicose como fonte de e...

Olhe por si

Deveria perder algum do seu tempo a cuidar do seu bem mais precioso - o seu corpo. Mais ainda, se tem diabetes.   Faça check-ups’s regulares. P...

Artigos relacionados

Olhe por si

Deveria perder algum do seu tempo a cuidar do seu bem mais precioso - o seu corpo. Mais ainda, se tem diabetes.   Faça check-ups’s regulares. P...

Teste de cetonemia

As cetonas são uma substância química produzida pelo corpo quando, devido a uma falta de insulina, este não é capaz de usar a glicose como fonte de ...

 Pesquisar