Profissionais de Saúde | Apoio ao cliente: 800 200 891 (de 2ª f a 6ª f das 09h00 às 18h00) |  Pesquisar

Características

Se tem diabetes, cuidar de si mesmo irá ajudar na gestão dos seus níveis de glicose no sangue e pode minimizar o risco de desenvolvimento de complicações a longo prazo.
•••••

 

  • Comer de forma saudável e equilibrada;
  • Fazer exercício físico com regularidade;
  • Beber álcool com moderação, não mais do que um copo por dia para mulheres e dois copos por dia para homens
  • Se fuma -tentar parar de fumar. É certamente saudável para todos, mas é especialmente importante quando se tem diabetes, por se ter já um risco aumentado de desenvolver problemas circulatórios e doenças cardiovasculares. Fumar aumenta ainda mais o risco de desenvolver estas doenças;
  • E finalmente - se toma insulina, tenha cuidado com a quantidade de insulina que administra neste momento. Se não tem certeza sobre quantas unidades administrar, se tem dificuldades em controlar os seus níveis de glicose no sangue ou cetonas e se estes estão muito elevados, será melhor entrar em contato com o seu profissional de saúde para pedir ajuda.


Pode ser particularmente difícil controlar os níveis de glicose no sangue quando estiver doente ou se tiver uma infecção. O corpo liberta mais glicose no sangue para ajudar a combater a doença. Esta libertação de glicose faz com que seja mais difícil de controlar os seus níveis de glicose no sangue - e não o é o que precisa quando  já se está a sentir mal.


Quando está doente, especialmente se tem uma febre, o corpo precisa de mais energia e, portanto, glicose, para combater a infecção. Normalmente insulina extra é produzida para lidar com o aumento da glicose, mas quando se tem diabetes o corpo não pode atender ao pedido extra de insulina. Isso acontece mesmo quando se perde completamente o apetite e não consegue comer.

Muitas pessoas com diabetes cometem o erro de pensar que, porque estão a comer muito pouco, devem reduzir ou mesmo parar de administrar a sua insulina. Isso está errado. Na verdade, é necessária muito mais insulina do que o normal.


Aqui estão algumas sugestões para que deve seguir quando está doente:

  • Faça um plano:
    Tenha um plano do que vai fazer quando estiver doente antes que aconteça. O seu médico de família, enfermeiro, ou o médico especialista de diabetes será capaz de ajudar. Mesmo com um bom plano, tenha sempre à mão o número de telefone de sua clínica, ou profissional de saúde.

  • Continue a tomar a sua medicação para a diabetes:
    É essencial que mantenha a toma de insulina. Saltar uma injeção de insulina significa que a sua glicose no sangue vai continuar a subir, mas o seu corpo não será capaz de usá-la como combustível. Em vez disso, ele vai começar a utilizar a gordura. A utilização da gordura resulta em cetonas no sangue. Em níveis elevados, as cetonas são perigosas e podem causar cetoacidose levando ao coma diabético.

  • Beba líquidos:
    Quando está doente, é muito importante manter a hidratação, especialmente se tiver diarreia. Tome pequenas quantidades de líquidos, como bebidas sem açúcar, chá ou sopa a cada 15-30 minutos.

  • Continue a comer:
    Deve continuar a comer quando está doente. Tente tomar refeições normais, mas se sentir que não consegue, procure tomar pequenas refeições com mais frequência. Alimentos moles e líquidos são muitas vezes os mais fáceis de comer quando se sente mal. Tente incluir:

    - Uma tigela de sopa
    - Um copo de leite / caneca de bebida láctea
    - Um copo de sumo de fruta
    - Um iogurte de fruta comum
    - Uma pequena dose de sorvete
    - Uma tigela pequena de geleia

    Ao longo do dia, tente comer uma porção de um desses alimentos a cada hora. Se estiver mal disposto(a) e sem conseguir manter nada no estômago, tome com regularidade pequenos tragos de bebidas açucaradas, como limonada comum.

  • Medir a glicose no sangue regularmente:
    Quando está doente, deve medir sua glicose no sangue regularmente - pelo menos quatro vezes por dia. Anote seus resultados, pois pode necessitar de os mostrar ao seu médico.

  • Se os níveis de glicemia estão a subir:
    Pode precisar de aumentar a frequência de testes para a cada duas horas para possa detectar, em tempo útil, se precisa ajustar a sua dose de insulina. Pode precisar de insulina extra entre as injecções de insulina normais.

  • Meça os seus níveis de cetona:
    Se tiver sido um medidor com a opção de verificar os níveis de cetonas, então deve verificá-los se a sua glicose no sangue é superior a 300 mg/dl ou se está a vomitar. Isto vai dizer-lhe se está em risco de coma diabético.
    Se estiver a vomitar e tiver cetonas e, consistentemente, níveis de glicose no sangue elevados, pode precisar de ir ao hospital, consultar um médico ou ir directamente para um serviço de urgência.

 

Os mais lidos

Cetonas (corpos cetónicos) e cetoacidose

As cetonas são uma substância química produzida pelo corpo quando, devido a uma falta de insulina,este não é capaz de usar a glicose como fonte de e...

Olhe por si

Deveria perder algum do seu tempo a cuidar do seu bem mais precioso - o seu corpo. Mais ainda, se tem diabetes.   Faça check-ups’s regulares. P...

Artigos relacionados

Hiperglicemia

Hiperglicemia significa um elevado nível de glicemia. Ela ocorre em pessoas com diabetes quando têm excesso de glicose no sangue; ou porque seu corp...

Diabetes gestacional

A diabetes gestacional ocorre quando o corpo não consegue produzir a quantidade suficiente de insulina extra para atender às exigências da gravidez...

 Pesquisar